É para Ele que precisamos olhar e é a Ele que devemos seguir

Mensagem do Padre Toninho
(20/12/2015)

Reflexão do 4º. Domingo do Advento
Leituras
Primeira Leitura – Miqueias 5,1-4a
Salmo responsorial – SL 79
Segunda Leitura – Hebreus 10,5-10

Evangelho – Lucas 1,39-45

advento

 

Meus queridos irmãos e irmãs, estamos próximos do Natal do Senhor, e as leituras deste tempo nos introduzem na encarnação do Verbo de Deus. Deus vem propor para todos os homens um projeto de vida, um projeto de salvação, que nos leva à felicidade plena. Jesus vem realizar este sonho de Deus em nossa vida.

Na 1ª. Leitura, o profeta Miqueias retoma o tema da promessa messiânica. Ele diz que nasceria o Salvador do povo. Convoca-nos a refletir sobre Esse personagem, cuja origem não é humana, mas vem de Deus, que vem apascentar e orientar o Seu povo. Ele reunirá todos os filhos de Israel e implantará a paz. Com esta paz, o povo de Deus sonha e espera.
Uma paz diferente da paz do mundo. A paz que Cristo vem nos trazer é o Shalom, o cumprimento que Maria fez a Izabel. Maria, ao chegar ao encontro de sua prima, disse a saudação de todos os judeus: “Shalom!”, que significa: “A paz de Deus!”. Esta paz é a ausência de guerras, mas também estabelece o bem estar entre as pessoas. É a felicidade em sua plenitude.
Izabel percebe naquela jovem a realização da promessa de Deus a seu povo.

Chegou o Salvador! Izabel e João Batista se enchem de alegria diante daquela saudação de paz. Alguns estudiosos dizem que João Batista, ao estremecer, na verdade dançou, ao sentir a presença do Senhor, a presença do Espírito Santo. Este momento nos faz lembrar de uma passagem do Antigo Testamento, em que Davi exulta de alegria e dança diante da Arca da Aliança. Lucas quer nos dizer que Maria é a Arca da Nova Aliança de Deus, e que traz em seu ventre aquele que irá realizar a vontade de Deus no meio dos homens.

Jesus vem para realizar este sonho, para a construção do Reino de Deus em nós. Um Reino que é proposto ao coração do homem que acolher este projeto, assim como o fizeram Maria, Izabel, José, Zacarias, e tantos outros que compreenderam o sonho de Deus.

Nos dias de hoje, cabe a nós uma pergunta: se Jesus já veio, já anunciou o projeto de Deus, viveu aqui na Terra, ensinou sobre o Reino de Deus, esteve entre nós, morreu por nós e ressuscitou, por que este mundo parece cada vez pior? Por que a felicidade é tão difícil? A resposta é: Porque não acolhemos a proposta que Deus fez a nossos corações!
Deus não impõe nada, Deus propõe um caminho que nos conduz à Salvação. Cabe a cada um acolher este caminho, como fez Maria, que saiu de si, esqueceu de si, deixou o aconchego de seu lar, seus pais, e seguiu pela estrada, foi levar a vida, foi levar o próprio Deus para Izabel.

Neste tempo de Natal, nós também saímos, mas não saímos como Maria. Saímos para passear, para viajar, para ir ao shopping, para gastar, comprar, comer… Não vamos ao encontro das pessoas para comunicar o Salvador. Precisamos sair de nós mesmos, de nosso egoísmo, e acolher Jesus, para comunicá-lo ao mundo!
Na carta aos Hebreus, o sacrifício antigo, com ofertas de animais, foi abolido. Deus não aceita mais sacrifícios antigos, com animais.

O sacrifício que Deus acolhe é o próprio Jesus Cristo, que veio para que pudéssemos entrar em intimidade e em sintonia com Deus. Através de Jesus, o sacrifício definitivo, temos a remissão de nossos pecados e retornamos a Deus como filhos. É Jesus quem nos ensina este caminho de filiação.

Lembremo-nos sempre: é para Ele que precisamos olhar, e é a Ele que devemos seguir.
Uma santa semana a todos.

Paróquia Sant'Ana

Pastoral da Comunicação da igreja de Sant'Ana, da Diocese de São Carlos. Acreditamos que as novas tecnologias e meios de comunicação são ótimas ferramentas para evangelizar e propagar a da palavra de Deus.

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *