Grupo de Adoradores Monte Sião – Sant’Ana

image2

     Sobre a Adoração Eucarística

          A adoração é o primeiro ato da virtude da religião. Adorar a Deus é reconhecê-lo como Deus, como o Criador e o Salvador, o Senhor e o Mestre de tudo o que existe, o Amor infinito e misericordioso. Mas para vivenciar esse momento plenamente, é necessário entender o que é adorar e o porquê de adorar.

     O que é Adorar?

          A adoração exige amor extremo, sem reservas, fazendo com que a pessoa, seja levada a reverenciar a Deus com orações, devoção e honra. “Adorar a Deus é, no respeito e na submissão absoluta, reconhecer ‘o nada da criatura’, que não existe a não ser por Deus. Adorar a Deus é, como Maria no Magnificat, louvá-lo, exaltá-lo e humilhar-se a si mesmo, confessando com gratidão que ele fez grandes coisas e que seu nome é santo. Adoração do Deus único liberta o homem de se fechar em si mesmo, da escravidão do pecado e da idolatria do mundo.” (CIC 2096, 2097).

     Porque Adorar?

          A adoração é o primeiro ato da virtude da religião. Adorar a Deus é reconhecê-lo como Deus, como o Criador e o Salvador, o Senhor e o Mestre de Tudo o que existe, o Amor infinito e misericordioso. “Adorarás o senhor teu Deus, e só a ele prestarás culto” (Lc 4,8), diz Jesus, citando o Deuteronômio (6,13).
Toda vez que estivermos perante o Santíssimo esteja Ele exposto ou no sacrário devemos nos colocar numa atitude de despojamento e professarmos a fé na sua presença no pão e no vinho que para nós são Corpo e Sangue de Cristo. E devemos fazê-lo de forma espontânea e com todo o coração.

      Como Adorar?

          Quando estamos em adoração estamos reconhecendo a Jesus como nosso único Senhor e Salvador. Estar em adoração é despojar-se de si e se entregar a Ele. É se fazer humilde, como os três reis magos e entregar a Jesus tudo o que temos de mais valor. É dizer sempre “Onde está o Rei … viemos adorá-lo” (Mt 2,2). É assumir ser pecador e dizer para Ele: “Jesus, filho de Davi, tem compaixão de mim!” (Mc 10,47) e confiar em sua misericórdia. É louvar a Deus por todas as graças que Ele derrama em nossa vida: “Hosana ao filho de Davi! Bendito seja aquele que vem em nome do Senhor! Hosana no mais alto dos céus!” (Mt 21,9).

     A adoração a Cristo exprime-se nas diversas formas de devoção eucarística:

  • Na Santa Missa: no momento da transubstanciação (mudança da substância do pão e vinho na substância do corpo e sangue de Jesus Cristo no ato da consagração) e da elevação;

     Na exposição do Santíssimo Sacramento: quando o corpo de Cristo (Eucaristia) é exposta em um hostensório;


    Na visita ao Sacrário: nos momentos em que a Igreja está aberta, visitar Jesus no sacrário para adoração;


    Na genuflexão (ato de ajoelhar) diante do Sacrário: dobrar o joelho até ao chão ao passar em frente ao Santíssimo Sacramento quando estiver exposto ou no sacrário;


    Na adoração da Cruz: na Sexta-Feira Santa.

     

     

     

         Adoração na Paróquia Sant’Ana

             O Grupo de Adoradores do Santíssimo Sacramento – Monte Sião, tem a coordenação do Pe. Toninho e se reúne todas as quintas-feiras, das 16h00 às 17h00, onde realizam uma hora de adoração e em seguida recebem a benção do Santíssimo.
    Quem quiser participar é só comparecer no dia e horário da adoração.

    Veja algumas imagens da Adoração Eucarística na Sant’Ana.

    Fotos: Rita Cayres

     

    Este slideshow necessita de JavaScript.