Pastoral da Saúde

logo-pastoral-da-saude-rio-significado

Sobre a Pastoral da Saúde

          A Pastoral da Saúde é uma das Pastorais Sociais da CNBB e com organização cívico-religiosa, sem fins lucrativos, de atuação em âmbito nacional e de referencia internacional, sob CNPJ 05.161.381/0001-04, comprometida em defender, preservar, cuidar, promover e celebrar a vida (ou seja, saúde plena) de todo o povo de Deus, independente de quaisquer fatores de exclusão social, inclusive do credo. Com dezenas de milhares de agentes por todo território nacional, esta pastoral atua em três dimensões: solidária, comunitária e político-institucional.

          Em 1962, a partir de uma nova ótica de igreja, após o Concilio Vaticano II e com a Conferencia Episcopal de Medellin (1968), a igreja Católica, por seus representantes máximos na América Latina, rompe com a tradição que caracterizou seu comportamento durante séculos e manifesta uma posição clara, firme e decidida, diante dos graves problemas que se apresentavam no contexto em geral. Acontece todo um arejamento de ideias e posturas, iniciando um processo de inserção maior e crescente, a favor dos pobres e oprimidos. Saindo da omissão e da passividade, a igreja passa a caminhar junto com os menos favorecidos, lutando com eles na conquista de seu direitos sociais.

          A partir da década de 70, a proposta da Medicina Comunitária espalha-se pela América Latina, difundida pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e pela Organização Pan-Americana (OPAS), amplia-se porque junto dela, a consciência das causas da pobreza e da miséria dos povos cresce. As práticas de Medicina Comunitária ganham significado como oportunidades para as populações adquirir conhecimentos e refletir sobre suas condições de vida, buscando novas formas de organização de suas experiências

          Em face de todos estes acontecimentos e mudanças, constituía-se a Pastoral da Saúde como resposta às lutas pelos direitos à saúde e como processo de desenvolvimento social. No inicio, os trabalhos eram voltados para o levantamento de problemas e aos poucos, foram traçadas linhas que apontavam para a necessidade e o fortalecimento de uma ação social: um trabalho de prevenção e promoção da saúde, na busca de vida digna para todos.

          A Pastoral da Saúde é ação evangelizadora de todo o povo de Deus comprometido em promover, preservar, defender, cuidar e celebrar a vida, tornando presente, no mundo da saúde, ação libertadora de Jesus, nas seguintes dimensões:

  1. Solidária– vivencia e presença samaritana junto aos doentes e sofredores nas instituições de saúde, na família e comunidade.Visa atender a pessoa,integralmente, nas dimensões física, psíquica , social e espiritual.
  2. Comunitária– tem como objetivo a promoção e a educação para a saúde e relaciona-se com a saúde pública e saneamento básico, atuando na prevenção de doenças. Procura valorizar o conhecimento, a sabedoria e a religiosidade popular em relação á saúde.
  3. Politico-institucional– atua junto aos órgãos e instituições públicas e privadas que prestam serviço e formam profissionais na área da saúde.Zela para que haja reflexão bioética, formação ética e uma política de saúde sadia.

Ação na paróquia de Sant’Ana

Na paróquia de Sant’Ana,o trabalho da Pastoral da Saúde consiste em Visitas Pastorais. Além das visitas, os agentes prestam auxílio financeiro aos doentes e suas famílias, bem como realizam um trabalho de Evangelização, fazendo Orações pelos doentes.

          No total, existem 10 agentes na Paróquia. No ano de 2015, foram atendidos 65 doentes, e realizadas 150 visitas. Além das visitas, a Pastoral da Saúde preocupa-se com a distribuição de insumos hospitalares aos atendidos (cadeiras de rodas, muletas, bengalas, fraldas, materiais para curativos etc).

          Aqueles que estão acamados ou com dificuldade de locomoção têm seus nomes encaminhados para a Secretaria Paroquial e são agendadas visitas feitas pelo pároco. O padre Toninho realizou aproximadamente 30 visitas aos doentes no ano de 2015, sugeridas pela Pastoral da Saúde.

          Há casos em que há necessidade de ‘solidariedade e apoio financeiro’ mais imediato, em enfermidades acometidas por integrantes de outras pastorais, membros da paróquia, e a Pastoral da Saúde sempre está à disposição para ajudar naquilo que for possível fazer (como, por exemplo, o caso de uma paroquiana que precisou de acompanhamento de nutricionista; este acompanhamento foi orientado e custeado pela Pastoral da Saúde).

           Os agentes preocupam-se em desenvolver a própria espiritualidade; por essa razão, antes de cada visita semanal, todos reúnem-se na Igreja Matriz de Sant`Ana e rezam o Terço da Misericórdia.

          É tradição, aos finais de ano, levar uma cesta de frutas aos doentes por ocasião das proximidades do Natal.

          Todas as reuniões, que ocorrem a cada 2 ou três meses, são registradas em Livro de Ata próprio. Para o próximo ano, pretendem ampliar a ação pastoral, agir para conseguir mais pessoas para o trabalho, bem como fazer pelo menos 1 reunião com o padre Toninho.

Coordenadora da Pastoral da Saúde da Sant’Ana:
 Maria de Fátima Faglione Silva

 

Este slideshow necessita de JavaScript.